Fé Menina

Este projeto foi selecionado por edital da Secretaria de Promoção da Igualdade do Governo Estado – SEPROMI, para discutir e refletir acerca do processo de empoderamento da mulher e o seu novo papel na sociedade. Aconteceu durante o mês de março de 2010 e foi composto por um ciclo de palestras e de projeção de filmes tendo como temática a mulher. As palestrantes são representantes de destaque nas suas áreas respectivas de atuação a exemplo da dramaturga Aninha Franco que falou sobre A Mulher na Arte (06/03), a deputada federal Lídice da Mata com o tema A Mulher na Política (20/03), a diretora do Departamento de Crimes Contra a Vida – DCCV, Dra. Isabel Alice Pinho que abordou a Lei Maria da Penha e a jornalista e radialista Rita Batista que encerrou o projeto falando sobre A Mulher na Bahia de Hoje (27/03).

Este projeto de formação na área de gênero, faz parte da agenda anual de atividades institucionais e educativas da instituição. Nesta segunda edição, acontece do dia 12 de março até 14 de abril de 2011.

Tem como foco central instigar a reflexão junto aos jovens (homens e mulheres) sobre as desigualdades de gênero no mundo do trabalho, a partir do conhecimento sobre o processo de inserção da mulher na vida produtiva brasileira e seu conseqüente empoderamento, com a chegada a espaços de poder.

Consta em sua programação ciclos de palestras, oficinas e cinema. As palestras contam com temas variados voltados para as problemáticas da mulher no mercado de trabalho e tem como palestrantes: a Diretora do Bloco Afro Ilê Aiyê, Arany Santana, a Deputada Estadual, Luiza Maia, a capitã da Polícia Militar, Denice Rosário, a presidente do Sindoméstico, Cleusa de Jesus a secretária da Mulher do Sindicato dos Rodoviários, Ana Cristina e a atriz Tânia Tôko.

Dentre as oficinas formativas temos a “Desconstuindo Estereótipos de Gêneros” que é orientada pela coordenadora do projeto a socióloga e militante feminista Jamile Carvalho. A outra oficina é de Produção Jornalística, tem como facilitadora a Comunicadora Social Manu Sansi e terá como produto final um tablóide produzido pelos jovens com tiragem de 3 mil exemplares que serão distribuídos na comunidade.

Os filmes educativos que tratam sobre a questão de gênero e que integram o projeto, acontecem através do Cineclube Comvida, Os filmes selecionados foram: Menina de Ouro, A Hora da Estrela, Cidade do Silêncio e o Sorriso de Monalisa.

 

Rua Novo Horizonte, 88, Catu de Abrantes, Camaçari – BA.
Telefones: (71) 3671-3238 • (71) 9221-8551 • institutocomvida@hotmail.com